VER & SABER


 
 

Consumo logo existo?


Presente do Subjuntivo


que eu descarte
que René descartes
que ele descarte
que nós descartemos
que vós descarteis
que eles descartem

descartar

Significado de Descartar

v.t. Rejeitar uma ou muitas cartas em um jogo de baralho.
V.pr. Livrar-se de alguém ou de alguma coisa importuna.

 

 



Categoria: PORTFOLIO
Escrito por profª Sheila Suzano às 20:02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Descartável: manifesto de apresentação

o início do século 20, houve uma profusão assustadora de manifestos literários, artísticos, políticos. Todos refletiam a enorme mudança que o mundo estava sofrendo. Num jogo fantasioso, viajei para aquele tempo e compus meu pequeno manifesto de previsão e louvor ao império do descartável.

No tempo avesso do século 21, o descartável construirá seu império. Fraldas descartáveis ajudarão a manter os infantes limpos, dando menos trabalho às mães. O descartável também se alojará na infância movida a tecnologia: os brinquedos terão duração de uma semana. Tudo será barulhento, luminoso. Nada de pequenos brinquedos lúdicos, simples, trabalhosos. O descartável não será amigo da imaginação.

O descartável apreciará pratos, talheres, copos feitos de plástico. Só permitirá o uso inédito. Não haverá segunda chance. Evitará a sujeira, o conhecimento, o tato, o aprofundamento do paladar. Todos beberão o café num copo que será jogado fora. Comerão com um garfo branco, anêmico, frágil. O descartável detestará o metal. Detestará o que pode ser lavado. Na verdade, o descartável odiará tudo o que pode durar mais do que ele. Isso nos libertará dos entulhos. Pode até haver um aumento de entulhos nos bueiros, nos rios, nos lixões das cidades. Mas o descartável terá a solução, pois que ele será altruísta, ecológico: gerará milhares de subempregos. Homens catarão os restos de outros homens. Será uma alternativa honesta de vida que terá muito mais força num país onde a dignidade for descartável.

Dentro dos humanos, controlará a vaidade e o orgulho. Obedeceremos ao descartável quando consumirmos sempre mais. Jogaremos fora o que estiver funcionando, mas que não corresponda às necessidades do momento.

Também viverá nas celebridades e seus casamentos falhos. Será possível vê-lo nas modelos-atrizes e jogadores de futebol, nas modelos-bailarinas e pagodeiros, nas modelos-estou-analisando-uns-projetos e novos-ricos em geral. O descartável será o grande irmão da mídia. Num jogo incestuoso, controlará e será controlado por ela. Só o descartável permitirá que haja sempre uma novidade no mundo, nem que para isso tenha que elevar a descrença, a desconfiança, manter o superficial como realidade única. 
O descartável comandará uma grande parcela da música, do cinema, da literatura. Libertará os humanos da atitude de parecerem cultos, chiques e inteligentes. Nivelará tudo a festas em apartamentos, máquinas mortíferas e Zahires. O descartável fará arte por moda e dinheiro e algum entretenimento.

O descartável será inimigo da saudade. Gostará mesmo é do presente. Do aqui agora. O futuro não vai lhe interessar. O descartável sabe de sua vida breve, por isso será tão voraz no seu pouco tempo de permanência e terá intenso poder de multiplicação. Fará disso sua beleza e crueldade.

Rubens da Cunha é escritor.

[Texto publicado na versão impressa de Poiésis - Literatura, Pensamento & Arte, nº 111, junho de 2005, pág. 13]



Categoria: SABER
Escrito por profª Sheila Suzano às 19:49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
    Categorias
      Todas as Categorias
      VER
      PORTFOLIO
      ARTES
      FAZER
      SABER
    Outros sites
      EducaRede
      C E André Maurois
      Elementos da Arte Visual
      Biblioteca de Cores/Imagens
      Mistura de cores
      esquema de cores
      Cor e Emoção
      Enciclopédia de arte
      História da Arte
      Livro Didático Público
      Jogo olhos da Arte
      Arte BR
      A última Ceia interativa
      tipologias free
      HAGÁQUÊ
       Enem: a leitura da imagem
      Ensinar Artes Vsuais
      Arte Educação
      Arte Matemática
      Alfabetização Visual
      Língua Portuguesa /Vídeo
      BOL - E-mail grátis
      UOL - O melhor conteúdo
      Contos-Mídias
      Consciência Ambiental
      Prática Ambiental
      Aquecimento Global
      Mulheres do Século XIX e XXI
      Cabe + uma mídia
    Votação
      Dê uma nota para meu blog